Vulnerabilidade social infantil é tema de exposição no Martha Watts

Financiada pelo Fundo de Apoio à Cultura (FAC), da prefeitura e Secretaria Municipal da Ação Cultural e Turismo (SemacTur), a exposição multimídia intitulada Museu de Memórias Fugazes será aberta, na segunda-feira, 4, no Centro Cultural Martha Watts, no Centro de Piracicaba. A entrada é gratuita. O objetivo da exposição é trazer à tona as memórias e as vivências de crianças em situação de vulnerabilidade social.

Instalação utiliza suportes interativos, óculos de realidade virtual e projeção em tecidos


A instalação, que utiliza suportes interativos, óculos de realidade virtual, paisagem sonora e projeções sobre tecidos, é coordenada pelo fotógrafo e psicólogo Paulo Munhoz. A musicista, professora e pesquisadora, Ester Ferreira, atua na construção e composição da paisagem sonora. “Entre os intuitos está o de promover a reflexão do uso da tecnologia como uma ferramenta de comunicação parcial, gerar reflexão, de forma a trabalhar questões fundamentais como a diversidade e, ainda, oferecer uma vivência artística voltada às novas tecnologias artísticas ao público em geral”, explica Munhoz.


Após passar pelo Museu Prudente de Moraes e, depois do Centro Cultural Martha Watts, a mostra irá ainda, nos primeiros meses deste ano, a outros espaços culturais de Piracicaba: Teatro Municipal Dr. Losso Netto, de 12 a 17 de fevereiro, e Armazém 5 do Engenho Central, de 19 a 25 deste mês.


IDENTIDADE


Ao longo de sua trajetória profissional, Munhoz tem criado obras que buscam revelar o interior e as experiências dos indivíduos de forma interativa ou por meio de suportes alternativos. Ao pesquisar os sentimentos e as percepções das crianças e adolescentes em instituições de acolhimento e vivenciar essa realidade transitória, o artista observou que tais jovens passam por adaptações, transformações e redefinições de sua identidade. “O objetivo do trabalho é evidenciar gravações dos conteúdos internos e percepções das pessoas acolhidas por essas instituições, mantendo suas memórias em uma espécie de plano virtual, para que possam ser acessadas, garantindo seu reconhecimento e abrindo uma janela para o passado, que é constituído por fatos bons ou ruins, que nos fazem quem somos”, destaca o coordenador.


SERVIÇO


Exposição multimídia Museu de Memórias Fugazes: abertura segunda-feira, 4, às 9 horas, no Centro Cultural Martha Watts, à rua Boa Morte, 1.257, no Centro. Visitação até dia 8 de fevereiro, de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas. Entrada gratuita. Mais informações, pelo telefone: (19) 3124-1889.


FOTO: Paulo Munhoz

Posts em destaque
Postagens Recentes
Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon

© 2017 by Eliana Teixeira. Proudly created with Wix.com