Sesc tem sarau, poezine e oficinas na programação de Literatura do Caldo

Com a participação de artistas brasileiros da música, literatura, cinema e artes cênicas por meio de espetáculos e atividades normativas, o Projeto Caldo – Tradições Contemporâneas reúne na programação do Sesc Piracicaba, até 18 de maio, o que tem sido produzido no País que mescla a cultura popular brasileira com os novos métodos contemporâneos. A programação de Literatura começa nesta sexta, 6, às 20 horas, com o Sarau com a participação do grupo Baião de Spokens que traz como convidado especial o rapper BNegão.

Baião de Spokens traz como convidado especial o rapper BNegão


O encontro mescla performances poéticas com experimentações sonoras diversas e incorpora elementos visuais e de intervenção urbana, reunindo artistas que buscam na construção dos versos e narrativas a potência de seus trabalhos autorais. Com entrada gratuita, o sarau acontece na Comedoria do Sesc e haverá interpretação em libras.

Caldo – Tradições Contemporâneas - A programação segue até o dia 18 de maio. Já passaram pela unidade bandas como Metá Metá e o músico Tom Zé. Entre os destaques que acontecerão estão a Banda Baiana System, no dia 18 de maio; espetáculo, oficina e residência teatral com Grupo Magiluth e Cia Mungunzá; apresentação do espetáculo de Dança Semba, com Antonio Nóbrega; um ciclo especial Ivo Lopes de Araújo exibe 10 filmes do fotógrafo cinematográfico cearense e um dos mais autorais de sua geração; o designer Fernando Campana ministra palestra e workshop sobre seu trabalho; e, além de toda a programação cultural, a Comedoria do Sesc preparou um cardápio especial durante o projeto em cartaz.

Baião de Spokens convida BNegão - Da oralidade popular ao spoken word - vertente artística que contempla o ritmo da palavra falada - a apresentação mescla performances poéticas com experimentações sonoras diversas e incorpora elementos visuais e de intervenção urbana, reunindo artistas que buscam na construção dos versos e narrativas a potência de seus trabalhos autorais.

Programação de Literatura começa nesta sexta, 6, às 20 horas

Com cheiros de palavras - A partir da leitura de histórias dos orixás, poemas afro-brasileiros e expressões idiomáticas os participantes são convidados à criação poética e à análise da cosmovisão africana, a partir da sua influência cultural e linguística no Brasil. Com Michel Yakini, escritor e produtor cultural, atuante no movimento de literatura das periferias de São Paulo. Dia 12, às 19 horas. Casa do Hip Hop (Rua Jaçanã Altair Pereira Guerrine, 188, bairro Higienópolis). Grátis. 14 anos. Inscrições: sescsp.org.br/piracicaba

Bate-papo Os desafios de uma editora independente do interior - O jornalista José Renato de Almeida Prado, autor dos livros Prosa Fiada e Outros Goles (2008) e Tampa de Baú (2011), ao lado de Léa Deungaro Almeida Prado, historiadora, artista plástica e jornalista conversam sobre os desafios de se manter uma editora independente no interior de São Paulo e detalham os caminhos para se produzir um livro. Dia 13, às 19 horas. Espaço de Tecnologias e Artes. Grátis. Livre. Inscrições: sescsp.org.br/piracicaba

Sarau Poezine - Jovens e tarimbados poetas, escritores e amantes das letras, do interior e do litoral, da Amazônia e da megalópole, que refletem a produção literária contemporânea, circulam por escolas e espaços culturais para semear o gosto pelas palavras. Ao final, se reúnem em sarau para a produção de um fanzine editado na hora por Daniel Minchoni. Com Diego Moraes, Michel Yakini, Miró da Muribeca e Caio Carmacho. Dia 13, às 20 horas. Comedoria. Grátis. Livre.

Oficina Auto-ficção - Oficina que sensibiliza interessados em iniciar-se na ficção a partir de sua própria estória. Com Diego Moraes, escritor manauara, idealizador e criador da Flipobre, primeiro encontro literário 100% virtual. Autor dos livros: A fotografia do meu antigo amor dançando tango, A solidão é um deus bêbado dando ré num trator, Um bar fecha dentro da gente, Eu já fui aquele cara que comprava vinte fichas e falava ‘eu te amo’ no orelhão, Meu coração é um bar vazio tocando Belchior e Dentro do meu peito você pode cultivar a solidão o ano inteiro. Dia 14, às 10 horas. Sala do Curumim. Grátis. 18 anos. Inscrições: sescsp.org.br/piracicaba

Oficina Como nasce um poema? - Miró da Muribeca, poeta recifense popularmente conhecido por suas poesias urbanas e marginais, apresenta histórias reais de observação do cotidiano, como ele o enxerga e se inspira para criar seus poemas e crônicas. No encontro, instrui o participante a desenvolver as estruturas e transmitir os sentimentos pela poesia. Dia 14, às 14 horas. Espaço de Tecnologias e Artes. Grátis. 16 anos. Inscrições: sescsp.org.br/piracicaba

Bate-papo A rima de Zé Brown - Zé Brown é o nome artístico de José Edson da Silva, músico, cantor, compositor, rapper, embolador e arte-educador. No encontro, desenrola com o público sua forma de criação poética, que mistura embolada, repente e rap em letras rimadas. Dia 6 de maio, às 14 horas. Teatro. Grátis. Livre. Retirada de ingressos com uma hora de antecedência.

SERVIÇO - Caldo - Tradições Contemporâneas: até dia 18 de maio, no Sesc Piracicaba (Rua Ipiranga, 155, no Centro). Acesse: sescsp.org.br/piracicaba, facebook.com/sescpiracicaba e instagram.com/sescpiracicaba.


FOTO: Leco de Souza/Patricia Miranda

Posts em destaque
Postagens Recentes
Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon

© 2017 by Eliana Teixeira. Proudly created with Wix.com