Hemonúcleo Piracicaba: falta de hábito de doação limita estoque de sangue

Doar sangue é um ato de amor. Essa é uma expressão ouvida por muitas pessoas e, infelizmente, há quem escute isso e deixe de praticar o ato por falta de hábito ou mesmo medo do procedimento. Na última semana, depois de saber que um amigo estava precisando de sangue, após passar por cirurgia delicada – ele é guarda civil e foi alvo de bandidos armados com fuzis -, decidi doar pela primeira vez. Fiquei com receio de ter queda de pressão arterial, desmaiar, enfim, ter um “piti”. Mesmo assim, encarei o desafio e consegui doar, sem ter tido queda de pressão. Após a realização da triagem, da espera pelo atendimento, o procedimento da doação leva apenas de 5 a 10 minutos, para encher uma bolsa de aproximadamente 450 ml de sangue. “Apesar do estoque estar estável, sempre temos que lembrar a população sobre as doações. Isso é uma problemática nacional, a falta de hábito de doar sangue”, enfatiza Kelly Borges, assistente social responsável pela captação de doadores da região do Hemonúcleo Piracicaba.

Hemonúcleo costuma "lembrar" a população sobre a prática da doação


Somente aumenta o número de doadores, destaca a assistente social, quando há casos específicos de internações, durante alguns dias. A responsável pela captação do Hemonúcleo de Piracicaba lembra que essas doações pontuais não resolvem a situação. “Doação deve ser um compromisso. Trabalhamos sempre no limite. Se ocorrer uma situação mais grave, que requeira muito sangue, o Hemonúcleo precisará intensificar as ações”, ressalta Kelly, referindo-se, hipoteticamente, a ocorrências de acidentes coletivos, por exemplo.

Além do atendimento no local – o Hemonúcleo fica no interior da Santa Casa de Piracicaba -, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13 horas, o órgão realiza coleta externas, aos sábados, em cidades da região: Araras, Rio das Pedras, Capivari, Águas de São Pedro, Charqueada, Cordeirópolis. Em alguns sábados, a mesma equipe que se desloca às cidades da região, permanece em Piracicaba para atendimento no Hemonúcleo. Neste ano, o cronograma tem nove coletas em dias extras – sábados e feriados – para Piracicaba. Pelo cronograma, serão realizadas coletas no Hemonúcleo Piracicaba, no próximo dia 28 deste mês – um sábado -, das 7h30 às 12 horas, e nos dias 20 de novembro (feriado), das 7h30 às 13 horas, e 25 de novembro, das 7h30 às 12 horas. O cronograma é informado pelo telefone: (19) 3422-2019.


Kelly, assistente social do Hemonúcleo: "Doação deve ser um compromisso"


Na avaliação da assistente social, a falta de hábito do brasileiro em doar sangue deve-se ao fato disso não ser estimulado, como aprendizado, desde a infância. Kelly ressalta que em alguns países, culturalmente, doar sangue faz parte da rotina dos cidadãos. Ela lembra que o Hemonúcleo sempre precisa de todos os tipos de sangue – A, B, AB, e O -, sendo que os fatores negativos são mais raros. “Mesmo que o doador tenha passado pela triagem social, após a doação é feita a triagem de sorologia. Os testes são rigorosos, bem controlados. Somente após toda aprovação, o sangue é liberado e distribuído, porque após a triagem social, pode haver bloqueio clínico. Nossa meta é ficar 20% abaixo do bloqueio da triagem clínica”, explica.

QUEM PODE DOAR - Para doar sangue é preciso: ter entre 18 e 69 anos de idade (são aceitos candidatos com 16 e 17 anos, com consentimento formal e presencial do responsável legal0; maiores de 60 anos não podem realizar doação pela primeira vez; pesar, no mínimo, 50 quilos; não estar em jejum e apenas evitar alimentos gordurosos e, após o almoço, aguardar 3 horas; estar descansado; não ter fumado até duas antes e duas horas depois da doação. Para doação é obrigatória a apresentação de documento de identificação com foto, emitido por órgão oficial, preferencialmente o RG ou CNH, e a informação do endereço completo, inclusive o CEP.

Procedimento de doação dura de 5 a 10 minutos, para encher bolsa de 450 ml de sangue

NÃO PODE DOAR – Não pode doar sangue quem: estiver com gripe, resfriado ou infecção acompanhada de febre; for portador de sífilis (cancro), malária (maleita) ou doença de Chagas; for alcoolista crônico, ou tiver ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas (prazos inferiores e consumo de pequenas quantidades, devem ser avaliados pelo profissional da triagem); tiver sido exposto a situações de risco para doenças sexualmente transmissíveis; com história atual ou pregressa de uso de drogas injetáveis ilícitas; tenha contraído hepatite após os 11 anos de idade; tenha realizado endoscopia há menos de 6 meses; estiver grávida, em período de até 3 meses pós-parto, ou se estiver amamentando.

Hemonúcleo Piracicaba fica dentro da Santa Casa - telefone: (19) 3422-2019

ORIENTAÇÕES – Quem estiver tomando medicamentos, ou tiver tomado vacina recentemente, ou em tratamento médico, deve procurar orientação antes da doação. O intervalo para doações para homens é de 60 dias (máximo de 4 vezes nos últimos 12 meses). Para mulheres, o intervalo é de 90 dias (máximo de 3 vezes nos últimos 12 meses).

SERVIÇO – Hemonúcleo Piracicaba: (19) 3422-2019. Hemocentro Campinas: 0800-722-8432 e e-mail (hemocentro@unicamp.br).


FOTOS: Eliana Teixeira

Posts em destaque
Postagens Recentes
Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon

© 2017 by Eliana Teixeira. Proudly created with Wix.com